Home » Futebol » Clubes » São Paulo » I’m bad!

I’m bad!

Ele é mau! “Come criancinha”, usa o garfo do diabo, fala grosso, tem nome de fera. Todos temem Emerson Leão.  Ninguém sabe exatamente porque, mas sabemos que neste mundo é mais relevante “parecer ser” do que, de fato, “ser”.

Leão parece um técnico top. Fala bonito, se diz seguro de suas convicções, trata a imprensa com deboche, fala o que quer, jura peitar deus e o mundo e coloca a culpa de suas derrotas sempre nos outros.

O típico “sujeito mau”!  Ele coloca respeito pelo medo e, portanto, não é respeito. É só medo.

O líder que não se impoe por competência, mas sim por pressão. Aquele que não se comunica, não sabe lidar com pessoas, mas ainda assim quer liderar.

Incompetente, fracassado em 90% dos casos e inventado por Robinho e cia.

Incoerente, incapacitado. Em 2005, no SPFC, vetou Pet e Amoroso. Permitiu a saída de Luizão pois tinha Tardelli.

Sabe tudo de bola, como vimos na linha acima.

A fama de “mau” só cabe a quem de fato faz tremer. Lão não impoe respeito, não acerta um trabalho, é odiado pelos jogadores, um sujeito detestável no meio do futebol pela forma que lida com as pessoas.

Suas convicções são antigas, cheias de bla bla bla, nenhum resultado.

Eu Sabia! Quem não sabia?  Lembra?

O SPFC camufla sua fase demitindo aquele que veio só pra levar culpa. Ninguém contrata Leão querendo resolver problemas. Quando o faz, é pra achar um novo culpado pelos problemas.

Perfeito. Trazem aquele que chama o ódio. Quando a bomba estoura, é nele. E assim, todos se sentem ” livres”.

Agora o time vai correr, como sempre corre 10 jogos após ele sair. Depois param de novo, a não ser que, desta vez, pela primeira desde a saída do Muricy, Juvenal resolva contratar um treinador e não uma certeza de fracasso.

Aguardemos. Remediaram parte do problema. Não mexeram no foco da doença.

abs,
RicaPerrone