Home » + Chamada » Football Manager da Gávea

Football Manager da Gávea

-3-Se fosse “Prêmio Sebrae melhor empresa”  o Flamengo levantaria o caneco com rodadas de antecedência. Mas não é. Trata-se de futebol e tudo que essa ótima diretoria faz com dinheiro não consegue fazer ainda com o futebol.

Eu não serei cretino de aproveitar uma má fase pra dizer que os caras não prestam.  Prestam, pra caralho! É o que se tem de melhor em gestão de clube no Brasil disparado. Mas no futebol, não conseguem fugir do ego de quem trabalha de graça.

E ninguém trabalha de graça. Se não por dinheiro, por poder. No mínimo por ego.

Quando você estrutura uma empresa e diz que tem um DIRETOR pra futebol, ele toma conta do futebol. Quando as pessoas não especialistas e nem remuneradas acima dele tomam as decisões o profissionalismo vai pro buraco, a hierarquia some e você desmonta um sistema simples de comando.

Rodrigo Caetano tem sido o personagem para apanhar da mídia e da torcida enquanto outras pessoas fazem o que acham melhor com o futebol do Flamengo.  Ele não participou da decisão de demitir o treinador e nem na vinda de alguns reforços.  Vetou gente que veio, sugeriu gente que foi vetada.

Eu costumo dizer que nenhum jornalista tem o direito de ser comentarista meramente porque não tem credencial pra isso.  Entender de comunicação não tem a ver com futebol. E na faculdade ninguém te ensina futebol.

Diretores de clubes, menos ainda.  Por isso contrata-se gente do ramo. E se essas pessoas perdem o poder para o ego de quem comanda lá de cima, toda a idéia de profissionalismo pregada no clube se desmonta dentro do futebol.

É até natural, envolve paixão. Os caras ali não estão lá porque são entendedores, mas sim porque são ilustres torcedores. E quando se perde jogos toma-se decisões as vezes estúpidas.  Então entra a figura do profissional. Que quando ignorado, perde o controle sobre os comandados e assiste as decisões erradas e apaixonadas darem errado.

O Futebol do Flamengo hoje é mal administrado exatamente pelo fato de não ter um administrador. E quando escolheram um, passaram por cima dele. É um football manager de adultos onde alguns ilustres dirigentes comandam um assunto que desconhecem.

Isso não tem a ver com a ótima gestão dos caras no clube. Tem a ver com futebol.  Ninguém é perfeito, eles teriam obviamente pontos fracos. Mas o ponto fraco de um time de futebol não pode ser o futebol.

Saia sem salvar e recomece o Football Manager da Gávea.

abs,
RicaPerrone

Comentários