Home » Futebol » Folga ao “campeão”

Folga ao “campeão”

Os tricolores adoram cantar que “o campeão voltou” quando o time vence. Mas, não é verdade. Primeiro porque não foi campeão, segundo porque ele nunca foi a lugar algum pra ter que voltar.

A falta de conquistas em 2009 e 2010 não pode ser tratada como o fim dos tempos, ao contrário do que a maioria dos tricolores enxerga. Perder e ganhar faz parte, os problemas são outros.

Não entendo que haja uma crise ou motivo de protestos para um clube que nos últimos 6 anos jogou Libertadores, ganhou 3 Brasileiros, 1 mundial e uma Libertadores. Isso não existe.

O que existe é uma mistura de gente “mal acostumada” e de um clube que precisa respirar.

Parte disso é culpa do acaso. Outra parte da tal empáfia que tanto critico aqui há anos. A diretoria se posta perante o torcedor como se dirigisse o Manchester. E o torcedor, bobo, acredita.

Não é verdade. O SPFC é apenas o menos pior dos clubes brasileiros, que são todos desorganizados, amadores e pouco inteligentes em suas administrações. Lá, também é amador. Como em todos. Só que há um CT e uma estrutura no FUTEBOL que funciona melhor. Só isso.

Quando você usa a mídia para debochar de rivais ou para se dizer o maior de todos, você manda o torcedor cobrar isso. Então, se por um lado a torcida é exigente demais, quase utópica achando que tem que ir pra Libertadores todo ano, etc, por outro é fruto do que é colocado pelos comandantes.

Outro dia o Rogério deu uma declaração das mais infelizes de sua brilhante carreira. Disse que “não se via jogando a Copa do Brasil”, como se o SPFC fosse grande demais pra isso. Bobagem, e das grandes. Tanto não é que jogou isso por anos e anos e nunca conseguiu ganhar. Inclusive tendo na final de uma Copa do Brasil uma de suas maiores derrotas, em 2000.

Quando o clube planta essa idéia, “perder a Libertadores” se torna fracasso. E não é verdade, não cabe.  Nenhum clube brasileiro pode se achar na condição de ganhar 1 titulo por ano, ou de estar obrigatoriamente na Libertadores toda temporada. Isso é utopia, besteira.

O SPFC já fez demais em jogar 6 seguidas. E aí defendo minha tese de que é hora de ficar fora de uma.

Porque?

Pelo seguinte. Quando você começa o ano focando em um campeonato deste tamanho, você “tem que manter base e tentar ganhar”. E aí, você não renova. Quando você perde este torneio, o Brasileiro vira uma obrigação para tentar voltar a ele. Até aí, tudo ok, todo clube tenta isso.

Mas isso caminhando neste ritmo há 7 anos não permite renovação. Em momento algum o SPFC está com tempo pra respirar, mudar, mexer, subir alguém, trocar peças, etc. É sempre um Deus nos acuda visando a decisão da semana que vem, o titulo, a Libertadores, o mata-mata, etc.

E assim não há clube que renove. É natural que você consiga renovar as coisas numa Copa do Brasil, onde a pressão é normal. Quando se disputa a Libertadores te obrigam a comprar, manter, investir, etc. E isso acaba gerando uma pressão interminavel, que vai de janeiro a janeiro, abastecida pela diretoria que jura dirigir o melhor time do planeta.

De 2005 pra cá o SPFC remenda times e tenta “manter” algo especial. E não há quem mantenha algo tão especial, se não, não seria especial.

Não dá mais pra aturar dirigentes que fazem do clube o mais odiado do país. Não está mais dentro do contexto ficar indo na TV garantir a Copa e não levar. Não é correto ir lá debochar de patrocinios de 1 jogo só e de camisas “abadas” para depois fazer igual.

Não cabe cuspir no que assinou pra vender camisa de penta unico. Nada disso faz parte do São Paulo, mas sim destas pessoas arrogantes que hoje o dirigem.

Só que o Tricolor é maior que esses caras, e eles vão sair. E quando sairem, terão deixado um legado de títulos, arrogancia, ódio e uma torcida ainda mais mimada e cega. Afinal, quando se cobra 100 paus numa arquibancada o recado é claro: “Não quero te fidelizar, quero só o seu dinheiro”.

Cansa. Essa diretoria do SPFC tem méritos administrativos claros, mas é horrível na forma com que representa o clube. Ontem todo mundo torceu contra o SPFC. Porque joga feio, porque vem ganhando muito e principalmente porque ninguém aguenta ver um campeão ir na tv pisar na cabeça dos outros.

Este não é o SPFC, e mesmo que os mais jovens achem que é, estão enganados. O SPFC é elegante, um clube que sempre soube perder e soube ganhar. Hoje, não sabe nenhum dos dois. Age mal quando perde, age pior ainda quando ganha.

O clube precisa de folga. Um ano pra respirar, planejar, mudar, subir molecada, não ter obrigação de ganhar uma Libertadores. Só assim as coisas podem ser refeitas.

Enquanto não houver tempo pra pensar, não haverá nada de novo. De 2005 pra cá o SPFC piora em todos os sentidos a cada ano. Na bola, na administração, nos resultados, em tudo. E isso não chega a ser péssimo, mas é preocupante.

Antes de pedir que o campeão volte, deixe ele descansar. Não há retorno sem ter ido a lugar algum.

A cobrança da torcida é um delírio mimado, uma aberração de quem ouve dirigentes arrotarem caviar todo dia na mídia.

Assume a mortadela, as vezes é mais bonito.  Não há necessidade e nem possibilidade de ser melhor em tudo.

Baixa a bola, Tricolor. Você é grande demais pra ter que explicar isso toda semana na televisão.

abs,
RicaPerrone