Home » Diversos » FIFA 11 x PES 11

FIFA 11 x PES 11

A versão “Demo” dos dois games mais famosos de futebol do mundo já estão disponíveis. Testei ambos no Playstation 3, o que não deve ter muita diferença pro Xbox e pro PC, segundo afirmam os fabricantes.

Mas, mesmo sendo “demo”, já dá pra ter noção do que vem aí. E qual eu achei melhor? Humm…. vamos por partes.

Como todos vocês que tem o PS3 eu escolho um dos dois, afinal, o preço dos jogos é um afronto. E na hora de escolher o 2010, escolhi o FIFA, que sempre achei um jogo de criança. Mas, ano passado, superou.

Em 2011 ainda não temos a versão final pra ver tudo. Mas a jogabilidade o demo já serve pra avaliar. Então, vamos por etapas.

Gráficos:
Gostei mais dos gráficos do PES. Acho mais real, principalmente nos replays.  O FIFA deve bem pouquinho, ao meu ver.

Jogabilidade:
O FIFA é um jogo de video game, sempre foi. O PES parece ter tentado simular futebol, e como o futebol atual é meio chato, o FIFA é mais divertido de jogar. E aí vai depender de você. Por exemplo: O FIFA te dá mais opções de dribles, espetáculo, etc. O PES te prende mais a parte tática, ao jogo truncado. Claro que é mais divertido jogar com dribles, mas não é real.

O que o FIFA tem como jogabilidade não é real. Os jogadores não tem a habilidade e nem a agilidade que tem no game. No PES, ao contrário, tem detalhes de realismo que fogem da diversão e ficam na simulação. Por exemplo: Quando você começa a correr no PES ele demora pra atingir a velocidade final, o que é fato. No FIFA, ele sai voando.

Quando corre, no PES, o jogador dá uma encurvada. No FIFA não. E na vida real, ele dá essa encurvada.

A situação pra mim é bastante clara: O FIFA é o futebol que gostaríamos de ver. O PES é o futebol que vemos hoje em dia.

Menus:
O PES é mais fácil de navegar que o FIFA. Sempre foi.

Opções:
Não dá pra julgar isso pelo DEMO. Mas historicamente a Master League é a opção mais divertida entre todos os modos de jogo, e fica no PES. Em 2011 prometem jogar online a Master League, o que pode acabar fazendo diferença pra quem joga mais sozinho do que com os amigos.

Dificuldade:
O PES é mais difícil de fazer gols. O FIFA, ao contrário, é fácil demais. No 11 pareceu um pouco mais complicado, mas ainda assim você tem mais poder ofensivo no FIFA que no PES. Não gosto de jogos 4×4 no video game, me soa como “joguinho” e não simulador. Mas, é gosto.

Dribles:
O FIFA humilha o PES nos dribles. A única coisa questionável é que nem 10% dos dribles do FIFA existem de fato num jogo de futebol. Novamente caimos na simulação x video game.

360 graus:
Os dois ficaram bons com o sistema 360 graus de passes e lançamentos. O FIFA explorou um pouco melhor isso.

Rivalidade:
Acho tosco pra caralho esse papo de “fifeiros” contra “PESeiros”. Nego não tem que defender um deles por dever. Não são clubes de futebol pra você torcer pra um deles. Joguei PES a vida toda, odiava o FIFA, hoje jogo mais o FIFA que o PES.

Lamento que ambos não deem a minina pro Brasil e usem valores irreais pra jogadores, além das camisas, atualizações, etc. Gostava mais quando, no PES do Play 2, você comprava um patch por semana. Sem isso, os dois ficam valendo pela jogabilidade, não pelas opções de mudanças.

Joguei muitos anos o PES por causa dos patchs. Sem eles, fico no FIFA que é mais divertido.

Conclusão:
Pra mim a história se repete. O FIFA fez de tudo pra ser PES, e conseguiu. Aí, melhorou. O PES agora faz de tudo pra ser FIFA, mas não conseguiu.

Se eu pudesse misturar os dois teria o jogo ideal. Não podendo, a escolha é muito simples: Ou você joga video game, ou simula futebol.

Jogar é mais divertido, simular é bem menos.

Pelos Demos, fiquei com o FIFA. Por vantagem pequena, mas fiquei. Adoro firula, jogo bonito, então já viu né….

Mas o Muricy gostou mais do PES, tenho certeza! rs

abs,
RicaPerrone