Home » Futebol » Falta de sacanagem

Falta de sacanagem

Roth deixa o Vasco e vai pro Inter. PC Gusmão deixa o Ceará e vai pro Vasco.  A troca não é anormal, não fosse pelo curto período de Celso no clube carioca e pela troca pouco convincente do Colorado.

Mandar o Fossati embora, tudo bem. Mas trazer pra torcida mais um retranqueiro que não gosta de bom futebol é pedir pra andar na corda bamba.

E o Roth, por sua vez, podia pensar mais antes de assinar contrato. Essa saída do Vasco não pega bem pra ninguém. São 5 jogos, não é a mesma situação do PC que troca um nanico por um gigante.

Quem saiu ganhando, ao meu ver, é o Vasco, que havia contratado o treinador errado. O PC vai ter a chance de virar super herói, pois fazer este time do Vasco jogar é coisa pra muito talento.

O Roth, que já chega no Beira-Rio sem o apoio da torcida, encara logo “de prima” uma semifinal de Libertadores. Se perder, vai ficar a perigo em questão de semanas. O risco é alto, e a chance de se promover maior ainda.

Uma vitória neste jogo deixa o cara a um passo de ser campeão da América.

Entendo a mudança? Entendo.

Concordo? Não.

A favor dos treinadores o fato incontestável que os clubes não tem muita consideração por eles, logo, a reciproca verdadeira também não é pra se criticar tanto.

Agora, assinar com um clube, ficar 5 jogos e se mandar não é a coisa mais “bacana” do mundo, convenhamos.

Azar do Inter, que levou um treinador comum pra lá.

abs,
RicaPerrone