Home » + Chamada » Eu também iria

Eu também iria

Osório parece ser um divisor na torcida do SPFC. Ou a pessoa o ama e acha que tudo que ele está fazendo é genial, ou odeia e acha que ele é um cretino aproveitador. Será que não há um meio termo?

Eu iria pra seleção do México.

Porque? Porque é uma chance enorme de disputar uma Copa do Mundo e só quem trabalha no futebol sabe o que é fazer parte de uma Copa do Mundo. É uma credencial eterna, um comprovante de competência, um atestado de profissionalismo. Um ponto gigantesco na carreira.

Qualquer um ia querer. Além da grana, que deve ser ótima, a chance do México é grande de estar na Copa. E é um emprego seguro, seleção joga pouco.  Eu iria.

O que eu não faria? Transformar isso numa novela de dentro pra fora.

Ah mas a imprensa pergunta!

Foda-se. Não responde. Não vá na coletiva.  Mas estão pedindo lenha pra queimar tudo em volta, você vai dar? Quem ganha com esse blá blá blá todo santo dia na mídia? O Santos, os demais adversários do G4, menos o SPFC.

Osório pode ser o cara que ele pinta ser e é maravilhoso que seja. Leva a esposa, diz que ta sofrendo, tudo bem! Mas diz isso la dentro, pro teu chefe, não pra mídia que fará disso uma novela idiota e sem beneficios pro clube.

Falta malandragem, jogo de cintura. Osório ou é muito puro ou muito marketeiro. Não vou avaliar sem conhece-lo, mas é um ou outro.

Seu trabalho é bom. Acho que todos queriam que ele ficasse. Ponto.

Daí a ser uma dádiva pro nosso pobre futebol, um exagero típico da imprensa brasileira que adotou o termo “importado” como “sinonimo de qualidade”.

Não é pela decisão, nem pela demora. É o teatro que está errado. Roupa suja se lava em casa, ainda mais quando a lavanderia da esquina é a imprensa esportiva brasileira.

abs,
RicaPerrone

Comentários