Home » + Chamada » “Esses caras são malucos”

“Esses caras são malucos”

Eu me mudei pro Rio há quase 5 anos. Logo quando cheguei já tinha muitos amigos aqui, alguns deles torcedores da Portela. Antes da tal eleição que mudou os rumos da escola, fizeram uma feijoada em Curicica e me convidaram.

Levei até família pra conhecer. E lá estavam os malucos, fazendo planos, dizendo ser possível resgatar a escola sem investimentos de terceiros, fazendo enredos escolhidos e não necessariamente patrocinados.

Falavam em tradição, ao mesmo tempo em renovar. Eu torcia por eles, claro! Mas não sei dizer o quanto achava que aquilo tudo era “loucura” e o quanto era projeto.

Bom, eles ganharam a eleição.  Pavão, Migão, Rogério, Paulo Renato, Elisa e mais uma galera que vou esquecer se for citar todos. Aos poucos colocaram ordem na casa, a Portela foi crescendo, beliscou, passou perto,  e agora ganhou o campeonato.

E porra, que sensação de merda, mas foi justo em cima da minha escola e por 1 décimo!  E ainda por cima com o carnavalesco que mais odeio amar, que passou porcamente por Padre Miguel e nos deixou n calada da noite para ir fazer história na Portela.

Um misto de sentimentos bons e ruins mas que inegavelmente tinham uma maioria boa. Por mais que eu quisesse estar com essa taça nas mãos, os caras mereciam.  Não foi em 1 ano, nem em 2. Foram anos de trabalho duro, perda de um presidente, mil outros problemas e aí está. O merecido caneco em Madureira.

E as vezes você, de fora, pode achar que o carnaval chega a ser hipócrita de tão “amigo” entre as escolas. Mas na quadra da Portela houve explosão de alegria quando anunciado o título do vizinho Império Serrano.  E na Mocidade, onde eu estava, ninguém chorava o décimo perdido. Só comemorávamos os outros conquistados.

Sai daquela feijoada, entrei no carro e comentei com as pessoas: “esses caras são malucos”.

E que bom que são!

Parabéns! Vocês contaram muita história, agora são parte dela.

abs,
RicaPerrone