Home » Diversos » Esse cara sou eu

Esse cara sou eu

images (63)Sobre pontos corridos você sabe o que penso. Sobre o Rio, a Argentina e o pênalti de domingo, idem. Suficiente para me odiar ou adorar.

Não sabe todo o resto. O que de fato importa, eu diria.

Nem imagina que prefiro o Playstation ao X-Box. Que gosto mais de Nescau que Toddy e que bisnagas da Panco molhadas nele ficam espetaculares.

Que gosto de animais. Todos eles, especialmente cachorros e cavalos. Mas por morar num apartamento, só posso ter um deles.

Acredito também que não precise dizer pra maioria dos meus leitores qual seja o animal que tenho em casa.

Gosto de ar condicionado. Aliás, gosto de quase tudo gelado. Quente, só um cafezinho ao final de um rodízio na churrascaria. E olhe lá.

Sou gordo, ansioso, sedentário, adoro comer e não preciso que o Globo Repórter me diga se estou certo ou errado.

Coca-Cola dá câncer, dizem. E se for verdade vou começar a quimioterapia desde já.

Adoro gente rica e bem sucedida. Não acho um crime alguém ter mais do que eu. Ao contrário, acho motivador.

Não acho a Apple a coisa mais linda do mundo. Gosto, tenho, mas morro de pena de quem coloca o adesivo deles no carro. Gratidão por gratidão, coloca das Casas Bahia que é onde você comprou sua primeira tv em 15 vezes.

Acho o Beckham, o Alexandre Pires e o Raí bonitos. Mas não sou nada viado. Aliás, meu lado feminino é lésbico.

Gosto de mulher. Muito! Tanto que já casei 2 vezes! Separei as duas.  É que eu também gosto de mudanças…  Aliás, mudei de casa 9 vezes nos últimos 13 nos. Não deve ser normal.

Guardo rancor. Sou vingativo. Preconceituoso e arrogante. Não tenho problemas com isso.

Acho que preconceito não é problema. Afinal, acho cariocas divertidos e isso não deixa de ser “preconceito”. A discriminação é um problema. O preconceito é instinto.

Quase nunca choro. Quando consigo é por futebol, escola de samba, ou algo que invariavelmente saia do meu controle. Não choro por nada que eu possa resolver.

Gosto de carne. Muito! Como carne todos os dias. E se possível vou a um churrasco por semana.

Não como japonês. Nem peixe, nada do mar. Só arroz, feijão, ovo frito, batata frita e carne.

Bebo pouco. Acho ridículo uma pessoa bêbada. Invejo quem sabe o ponto certo de ficar apenas “divertido”.

Tenho medo de injeção. Odeio fazer exame de sangue, tenho pavor de hospital e de ficar doente.

Gosto de arroz doce.

Sou sãopaulino. Já fui doente. Hoje estou curado.  E eu sei que você pensou em “cura gay” por causa dessa frase.

Meu bolo favorito é Floresta Negra. Minha escola, a Mocidade. E não pense em me perguntar “qual”. Isso me ofende muito.

Acho a Juliana Paes linda. A Eva Mendes é a mulher mais bonita do mundo.

Não guardo dinheiro. Aprendi a ganhar e gastar. A guardar, ainda não.

Queria ser pai. Muito mais por fazer meu pai avô do que por mim mesmo. Hoje acho que não quero mais.  Mas se tiver, maneiro. Adoro criança.

Durmo de bermuda e mais nada. Quando acordo o edredon está de um lado, o travesseiro no chão e eu não sei como fui parar naquela posição.

Odeio que me acordem. Até porque, antes das 11, não existo.

Uso chinelo o tempo todo. Odeio calça, sapato e camisa. Uso boné porque meu cabelo é branco na lateral e preto em cima. Acho um saco cuidar, então só cubro.

Sou prático. Até demais.

Gosto de filmes nacionais. Gosto do Tropa de Elite e do Cidade de Deus. Acho o Selton Melo tem o mesmo papel em todos os filmes. Embora o considere bom ator.

Prefiro Fraldinha. Mas como Picanha, Alcatra, Cupim e Costela.

Sei fazer churrasco. E acho isso muito “macho” da minha parte. Aliás, acho que churrasco, futebol e mulher são 3 coisas que ou a pessoa gosta ou ela não pode ser minha amiga.

Lima Duarte é o melhor ator de todos os tempos no planeta. E quando estou cansado ou nervoso, ouço Zezé di Camargo e Luciano. Quando feliz, ouço samba enredo.

Jogo GTA, FIFA, Call of Duty e F-1. Sempre joguei muito video game. Não, não me acho atleta por isso.

Deixo tudo pra última hora. E se puder, não faço. Sou preguiçoso pra caralho.

Prefiro praia.

Gosto do Galvão Bueno e acho o Luis Carlos Junior melhor que o Milton Leite. Tenho poucos amigos no meio jornalístico. Não sou da panela, não vou onde eles vão, não ando em bando e não concordo com quase nada do que fazem.  Na real, nem me acho jornalista. Então, foda-se.

Meus filmes favoritos são “Homens de Honra”, “Alcatraz” e “Tropa de Elite”.

Já tive Coelho, Cachorro, Gato, Papagaio, Hamster, Canários, Periquitos, Aquário, Lagosta, Rã e tartarugas. Sim, adoro bichos.

Senna é meu ídolo. Mas Schumacher também é.

Gosto de F-1. Torço pra Ferrari. Não gosto do Piquet, nem do Atlético Paranaense.

Não pode ser Pepsi.

Sou apaixonado pelo meu país, orgulhoso de ser o que sou e não tenho complexo de vira-lata nenhum.

Gosto de Nelson Rodrigues.

Não leio livros. Me cansam a vista. Aliás, não leio quase nada. Talvez por isso escreva diferente da maioria.

Odeio gente burra. Mas entendo que não é culpa delas.

Navego na internet como quem troca de canal na net. Levo mais tempo procurando conteúdo do que consumindo o que queria encontrar.

Acho as camisas de Inter e Cruzeiro as mais bonitas do país.

Meu nome é Ricardo. Na charge é um esparadrapo e não um sorriso. Mexo as pernas quando paro. Não paro nunca.

Agora sim te acho no direito de me odiar ou adorar.

Prazer.

abs,
RicaPerrone

Comentários