Home » Futebol » Campeonatos » Copa do Mundo » Esse burro genial

Esse burro genial

Van Gaal é um gênio.

Trocou um goleiro aos 119 minutos de jogo para que seu terceiro goleiro fosse pegar os pênaltis mais importantes da sua seleção nos últimos 4 anos.

Se o Krul não pega, Van Gaal estaria demitido, humilhado, condenado, inclusive por mim, que jamais faria isso com meu titular.

Futebol, como comprova Felipão em sua existência, é uma arte muito mais voltada pra confiança do que pra tática. Muito mais pra grupo e motivação do que meramente um 442 bem treinado.

Felipão jamais tiraria seu goleiro no final de uma prorrogação. E repito: nem eu.

Van Gaal tirou, deu sorte, ou teve todos os méritos do mundo por saber que tinha no banco uma carta pra vencer o jogo. Mas o genial treinador holandês passou a centímetros da burrice.

E sabe, discordando dele, achando um absurdo o que ele fez, passei a respeitá-lo.

Não porque acho que ele tenha razão. Nem porque deu certo. Mas porque ele correu o risco pra tentar ganhar um jogo.  E se é de riscos que o futebol precisa, é de se aceitar a atitude de Van Gaal e não de condenar.

A Costa Rica fez muito mais do que podia fazer. Mas o seu não futebol absolutamente justificável pela camisa que veste diante da que a enfrentava, não pode ser mais premiada que a ousadia de quem arrisca tudo num time grande pra tentar vencer.

Perder na Costa Rica é uma coisa. Correr o risco de assumir a derrota de uma Holanda, ainda mais pra uma Costa Rica, é outra.

Van Gaal ganhou mais do que o jogo hoje.

abs,
RicaPerrone

Comentários