Home » Futebol » Clubes » Vasco » Enfim, tudo normal

Enfim, tudo normal

Andei assustado. Há alguns dias ouço pessoas dizendo na mídia que o Goiás é favorito, o Vasco zebra.

Que seria uma surpresa o Vasco, com reservas ou titulares, passar de fase. Custei a acreditar no que lia, pois eu não imagino a manchete: “Vasco surpreende e bate Goiás no Maracanã”  nem no mais delirante sonho.  Ou pesadelo, sei lá.

O Vasco, em casa, com seus mais de 35 mil torcedores não será zebra ou surpresa diante do Goiás nem se colocar 11 cones de rodinhas no gramado. E isso não sou eu quem está dizendo, mas sim os últimos relevantes 100 anos do futebol.

Há mais que uma fase, campanhas e jogadores em uma partida de futebol. Cada clube carrega o peso que acumulou durante sua trajetória. E com todo respeito ao Goiás, que passou de fase e faz ótimo ano de 2013, ele não pode ser favorito contra o Vasco nem no playstation, imagine no Maracanã.

E após a bola rolar, o garotão fazer 2, o Vasco deixar claro quem era quem e ser prejudicado pelo arbitro num gol legal, passou o Goiás.

Mas não importa. Até acho normal, um mata-mata é legal porque deixa a surpresa muito mais fácil.  E aí sim, surpreendentemente, o Vasco foi eliminado pelo Goiás.

Acho que do Maracanã desta noite tiramos Thalles, honra, fé e um último olhar de paixão antes de uma grande crise na relação. Torcida e Vasco se viram do mesmo lado e, juntos, entenderam ser mais fortes.

Eram reservas em várias posições. Mas não importa. Repito: Podem ser cones. Ainda será o Vasco.

Dá pra escapar. Com vocês, ainda mais fácil. Sem vocês, quase impossível.

O Vasco tem 3 jogos decisivos pela frente. Dois em casa.

E você, vascaíno? Vai jogar ou vai pipocar?

abs,
RicaPerrone