Home » + Chamada » Eles não entendem

Eles não entendem

PES e FIFA são os dois games de futebol que mais aproximam crianças e adolescentes dos clubes no mundo. Acho que não precisamos ir além da nossa casa pra perceber o quanto isso nos influencia na percepção do futebol mundial hoje em dia.

O FIFA é o jogo que mais vende. O PES é o jogo que mais vendia até outro dia.  E agora não quero entrar no mérito de qual jogo é melhor porque, na real, tanto faz.

O que é preciso com alguma urgência é que os clubes brasileiros deixem de ser burros e percebam que nenhum deles vale muita coisa sozinho. Ou vende-se o Brasileirão pros games, ou não vende-se nada.

É tão tosco por parte de Corinthians e Flamengo estarem apenas num dos games (PES) como marketing, que nem mesmo se pagassem 2 milhões de reais eu entenderia. E não é o caso, diga-se.

A Konami é muito melhor conosco do que a EA. É indiscutível que há um cuidado e uma atenção que a EA não tem. Mas se o FIFA vende sei lá eu quantas vezes mais que o PES, você pode até estar no PES, mas jamais abrir mão de estar no FIFA.

Pergunta pro Recoba, ex Inter de Milão, quantas camisas ele vendeu sem jogar porra nenhuma na vida real.

A garotada procura os ídolos e cria outros nesse negócio. Aí você precisa entender que o pacote tem valor, o individual não.  Corinthians e Flamengo foram pro PES exclusivos em 2016. Aumento nas vendas? Quase nenhum.

Porque ninguém quer jogar Flamengo x Arsenal! Ou você dá pro flamenguista o Fla-Flu no Maracanã ou não dá nada. O Flamengo não treina pra 100 mil pessoas. Ele joga contra alguém. E esse alguém não estando ali, ou estando de forma genérica, causa mais irritaçao do que prazer.

Os 12 grandes PRECISAM fazer uma Liga de licenciamento.  Isso não é pra daqui um mês. É pra ontem! Se o Coritiba não quiser, com todo respeito, azar dele. Mas os 12 são os donos de quase tudo que movimenta dinheiro no futebol brasileiro. Ou fecha a Liga ou não fecha nada.

Quem ganha com o maior game de futebol do mundo tendo alguns dos brasileiros, sem todos os jogadores lá (porque clube brasileiro é tao amador que nao consegue assinar com o sujeito esse direito quando fecha contrato) e na sessão “outros”?

Pelo amor de Deus! Chega a dar pena.

A Konami, o PES, nada tem com isso. Fazem o dele que é disputar o melhor mercado. Agora os clubes fazendo acordos individuais, tal qual nos direitos de TV, achando que são soberanos e que não dependem do sucesso alheio para se fortalecer, chega a ser primário.

abs,
RicaPerrone

Comentários