Home » Futebol » É futebol?

É futebol?

Eu custo a entender essa regra do clube perder mando de campo se um torcedor babaca fizer bobagem.  Mas é a regra, aplicada quando eles estão afim. Todo jogo tem um cretino que quebra alguma coisa ou briga na torcida. Mas só quando aparece na TV alguém é punido.

E o punido é o sujeito? Não, o clube. Isso é campeonato de futebol ou de administração de zoologico?

Desde quando um clube de futebol pode ser responsável pela sua torcida? Se o Fernandinho Beira Mar resolver torcer pro Goiás, então… o time vai suspenso do Brasileirão?

Acho absurdo um campeonato de FUTEBOL ser resolvido ou influcienciado pelo que um idiota qualquer faz na arquibancada. A polícia que faça a revista direito, que  cumpra seu papel e prenda quem fizer bobagem.

Porque na rua eu não posso agredir alguém e no estádio eu posso? Que lei é essa?

Futebol é universo paralelo?

No fim do Brasileirão, como já aconteceu em 2008, alguns jogos decisivos serão altamente influenciados por mando de campo. E porque? O que Palmeiras e Corinthians tem de culpa no que aconteceu?

Torcedor é torcedor, clube é clube.

Eu não pago multa se meu time ficar devendo milhões. E o clube não devia pagar nada se eu não souber me comportar.

Não existe controle sobre quem torce. Existe sobre quem o clube escolhe, que não é o caso.

Essa regra é imbecil, burra e aplicada APENAS quando eles querem.

Lamentável o Brasileirão terminar assim, de novo.

Email que recebi hoje.

Prezado Rica, pertinentes os seus comentários, mas vc nem tocou no ponto principal, o pior de todos.

Estou com voo marcado para minha esposa, meu sobrinho e eu, que nos deslocaríamos 620 km´s de Blumenau à São Paulo só pra assistir este jogo. Mesmo morando longe a gente mantém o plano de Fiel Torcedor do Corinthians, para conseguir comprar ingressos para as poucas oportunidades que temos de ver algum jogo, e para o dia 28/11 já estamos com ingresso comprado. O pior de tudo é explicar ao meu sobrinho de 7 anos, que está entusiasmadíssimo com o evento, que ele não irá mais à São Paulo, não vai ver o seu primeiro jogo no Pacaembú, entre outras coisas. Como consumidor estou me sentindo tremendamente lesado e como pessoa estou sofrendo um dano irreparável!! Quem responde por isso???
Aguardo uma ajuda, uma luz de sua parte.
Abços”

Arthur

E ai? Quem paga esse preço?

abs,
RicaPerrone