Home » + Chamada » Dono do jogo

Dono do jogo

Não existe qualquer argumento para oba-oba após vencer o Resende no estadual. E honestamente, mesmo se não vencesse, o post seria o mesmo. O resultado pouco importa.

O Fluminense montou um time “humilde”, foi se reforçar no Equador, achou um volante que dá pinta de ser muito acima da média, um bom meia, tem no Scarpa ainda a condução das jogadas de gol e um bom zagueiro. Nada demais, mas que vi funcionar em dois formatos e gostei.

No domingo, contra-atacando. Hoje, com a bola nos pés. Nos dois casos o Fluminense teve total controle do jogo. Quase o tempo todo, com intensidade e qualidade alternando a forma de atacar mas sem perder o controle.

Pode parecer pouco, mas quando um time tem limitações ele precisa ter algum controle da situação, ou então ele ficará preso a lances isolados que cada vez menos vão aparecer. O Flu teve em seus dois ultimos jogos o absoluto controle da partida.

E mesmo que hoje a bola tenha demorado a entrar e teimado em não entrar mais vezes, gostei do que vi. O time ataca com 9, defende com 10, se movimenta bem e tem bola parada, chute de fora, bola conduzida, jogada de velocidade e trabalhada. É um time equilibrado.

O problema é que são só 11.  Mas com os 11, tudo tem começado muito bem.

abs,
RicaPerrone

Comentários