Home » Futebol » Botafogo » Dedo na cara!

Dedo na cara!

ferreyra_reu

Eu tinha medo, como a maioria das pessoas, que o Botafogo entrasse na Libertadores com aquela carinha de bom moço que lhe acompanha desde sempre.  Nesse tipo de campeonato, não funciona.

Uma torcida ausente, um time muito gentil e pouco “escroto” é tudo que um sul-americano quer pra engolir um brasileiro.  Aliás, e a única chance: a catimba.

Ao contrário do que temia, vejo uma torcida assistindo jogo em pé do começo ao fim. Gritando, empurrando, pressionando.

Um time que não toma pontapés calado. Que mete o dedo na cara quando um rival pede um pênalti que não foi.  Trava a bola, divide, racha e não se esconde.

É cedo. Claro que é.

Mas o que Botafogo teria que fazer até aqui, foi muito bem feito.  Tirando a dificuldade do El Tanque em dominar uma bola, poucas funções no time estão sendo contestáveis.

Até mesmo o que não funciona tão bem é por consequência da ruindade do Tanque.  Sua função é simples. Ou ele completa pro gol ou faz pivô.  Do jeito que vem jogando, a bola morre nele.

Hoje, morreu no gol. Num rebote, daqueles que “qualquer um faria”, mas fez.

Não confunda futebol com Libertadores.  O Botafogo está jogando uma boa Libertadores. Não necessariamente um grande futebol.

É o que importa.

abs,
RicaPerrone

Comentários