Home » Futebol » Campeonatos » Copa do Mundo » Conquistem-na!

Conquistem-na!

Assisti Brasil x Chile no Maracanã. Sim, dentro do Maracanã, pela TV, esperando Colombia x Uruguai.

Eu senti um medo injustificável de perder desde cedo, quando sai de casa pra sacar dinheiro pro metrô. Não via euforia, nem fé.  O que sentíamos no ar era a mais insuportável das sensações antes de um jogo de futebol:  a obrigação.

A nossa seleção tem defeitos, não é o time de 82, não tem mais do que um jogador brilhante, e não é pior que a de ninguém. Mas também não é tão melhor assim.

Jogar em casa pode funcionar desde que entendam que Copa do Mundo se conquista. O que a seleção está fazendo até aqui é tentando não perde-la.

Como se fosse nossa de véspera…

Essa estúpida obrigação de ganhar que inventaram na mídia pra vender notícia pra retardado está fazendo mal ao Brasil. A torcida que não sabe se vaia, se cobra ou se ajuda. Aos jogadores que não sabem se partem pra dentro do Chile ou se esperam até o final na defesa sem se expor pra evitar um vexame.

Vexame é o caralho!

Jornal, meus caros, não a toa termina cagado por cachorros. E o “vexame” de hoje será o mesmo tentem arriscar ou não. Ninguém vai aliviar. E se é atrás de um “sonho” que vocês estão, então comecem a trata-lo desta forma.

Ninguém evita perder um sonho. Sonhos são objetivos, metas. Algo que vamos atrás, não que escondemos pra não perder.

Mete na caneta deles, porra! Erra, mas erra pra ganhar. Eu prefiro do que ver vocês acertando pra não perder.

Eu sei que o ambiente é insuportável. O silêncio é a pior das reações. Nem mesmo as vaias fazem tão mal, já que vaias reprovam, aplausos aprovam, silêncio não diz nada.

Não sabemos gritar pra vocês. Somos tão incompetentes quanto vocês quando pressionados a fazer o melhor em troca de não sermos massacrados. Somos iguais, brasileiros, sangue quente, adoramos nos cobrar e não temos nenhuma vontade de aliviar.

Deve ser foda olhar pra cima, pedir o grito e ouvir o adversário.  Deve ser insuportável abrir jornal pós jogo ou na véspera. Deve ser duro ter que dormir com isso nas costas todo dia.

Mas caralho! É o caminho pra glória, não uma tortura.  Perder ou ganhar é do jogo e a ignorância jornalistica sobre futebol ao tratar derrotas como tragédias, como já disse, termina sempre no cocô do cachorro.

Esquece.

Vocês não tem nada a “guardar”, mas sim a ir buscar.

Vou ignorar o ataque de pânico que tiveram hoje no Mineirão.  Pra mim foi um surto de nervoso ao se sentirem sozinhos entre 200 milhões de “tamo junto …mas desde que vocês ganhem”.

Pra cima deles. E isso não é uma frase feita.

É melhor ser lembrado com tristeza do que com raiva.  Sejam a seleção que buscou o hexa, não a que não conseguiu evitar perde-lo.

#EuAcredito

abs,
RicaPerrone

Comentários