Home » + Chamada » Ceni, a mídia e o futuro

Ceni, a mídia e o futuro

“Ah mas a mídia protege o Rogério Ceni!”. Sim, é verdade.  Temos medo de falar mal dele porque ele é um verdadeiro maestro da torcida saopaulina e ao responder um de nós, joga toda a massa tricolor contra aquele sujeito. Temos medo dele.

Não é como um treinador que você contesta, elogia e segue o jogo. É alguém que você não pode errar. Um alvo fácil que só tendo muita coragem vai te fazer atirar.

Seu trabalho é bom? Não muito. Começou empolgante, virou conturbado, hoje é bem contestável. Mas entre o massacre ao capitão e as opções há um meio termo. O bom senso.

Goste ou não do que está fazendo o Rogério, ele tem que ficar lá.

Porque? Você é maluco?! Qualquer outro teria caído hoje após o jogo!

Sim, mas o Rogério passa quilômetros de ser “qualquer outro”, convenhamos.

E se o cara foi colocado ali por acreditarem no projeto, na idéia nova, nos conceitos de quem conhece o clube, blinda-se no cargo pelo histórico e pelos gringos que vem com ele, então mantenham!

O Corinthians ganhou tudo porque manteve o Tite quando era óbvia sua demissão. Não comparando, mas é a hora que você sai da mesmisse.

Qualquer clube demitiria o Rogério.  O São Paulo não é qualquer clube e se quiser fugir do lugar comum de fazer “qualquer ano”, é importante que siga correndo o risco que bancou há 4 meses.

Morra abraçado a uma tese, mas morra tendo feito uma aposta. A aposta já foi feita, e recuar agora é excluir uma filosofia ainda nem implementada totalmente para ir buscar… um Mancini? Um Doriva? Um Roth?

Não. Definitivamente, não. Deixa lá o capitão.

abs,
RicaPerrone