Home » + Chamada » Caro rubro-negro;

Caro rubro-negro;

Longe de mim querer insinuar que todas as suas conclusões apaixonadas estejam erradas e que todo discurso de bar seja em vão. Mas acho que algumas informações precisam ser melhor colocadas para que se avaliem heróis, vilões e soluções.

Numa empresa, e você deve trabalhar em uma, há uma hierarquia clara e que você respeita.  De cima pra baixo vem os cargos e decisões até chegar em você.  Se um dia você puder passar por cima do seu chefe e ir direto no superior dele com liberdade pra isso, ou você ou seu chefe perdem a função.

Vamos ao Flamengo.

A diretoria mais profissional do Brasil tem por defeito grave ser profissional.  Mas o profissionalismo no futebol não tem escola, faculdade, diploma e nem mesmo uma lógica simples.  Se é “do cacete” pagar 50 milhões de dívidas, é lamentável saber que só não pagou 100 porque o time não joga nada.

E essa conta precisa ser feita.

Quanto perde o Flamengo de receita por tudo que faz errado no futebol? Tá na conta quando apresentados os balancetes/títulos a cada 3 meses?

Senhores, ao futebol.

Você contrata Rodrigo Caetano e manda ele comandar o futebol.  Em seguida, você contrata uma comissão técnica por sua conta e risco, não pergunta o que ele acha, e a coloca lá pulando uma linha de comando. Ou seja, Muricy fala com Godinho. Rodrigo, com Bandeira.  Quem trouxe a comissão? Godinho. Quem deveria chefia-la? Rodrigo.

Tem como isso dar certo?

Tem! Basta dialogar.  Mas Muricy Ramalho não ouve uma só frase sobre futebol que não seja dele mesmo.  É seu método, sua antiga filosofia de acreditar no “dibre” e bradar que “aqui é trabalho”.

Adianta mandar o Muricy embora se amanhã cedo a diretoria colocar abaixo do Rodrigo outro técnico que não seja escolhido/negociado por ele?

Adianta mandar o Rodrigo embora se o próximo também será passageiro no trem desgovernado que vive de balancetes?

Um dia meu pai me disse que se eu havia sido expulso da sala por culpa do menino ao lado, que se perdi o dinheiro por culpa da tia da cantina e que se o professor implicava comigo na educação física, ou eu era culpado ou havia um complô do mundo contra mim.

Se você acha que todos os treinadores, jogadores e dirigentes que passaram pelo clube nos últimos anos não renderam porque são todos ruins e a gestão do futebol no clube está correta, nunca discuta com meu pai.

abs,
RicaPerrone

Comentários