Home » Futebol » Clubes » Palmeiras » Calem-se!

Calem-se!

Que o Palmeiras joga um futebolzinho meia-boca é fato. Contestar a Copa do Brasil é bobagem, não tem nada a ver com o quanto o time produz mas sim o quanto precisou produzir.

Hoje, com o Verdão de ressaca, todos esperavam um SPFC motivado, técnico novo, partindo pra cima e resolvendo a parada.  E não, nada disso.

Um Palmeiras afim de jogo, altamente comprometido em não ver o campeão da Copa do Brasil lá atrás e o SPFC, até então no G4, andando em campo esperando um lance do além.

Atuação patética do Tricolor, daquelas de se repensar algumas coisas e alguns jogadores. Atuação de campeão do Palmeiras.

Não pela bola, longe disso.  Mas pela vergonha na cara demonstrada do primeiro ao último minuto.

Ouvi em rodinhas muitos sãopaulinos brincando com os palmeirenses que “Se fosse a gente, queria ver ser campeão… hein”.

Então, pois é. Seria, talvez, mais fácil ainda.

O time do Palmeiras não tem técnica, é bem fraco. Mas tem vergonha na cara.

Já o do SPFC, tem técnica. E só.

Se alguém quiser contestar a qualidade do time do Palmeiras este alguém não é o São Paulo atual, time do “tanto faz”.

E se tinha algum discurso pronto para desmerecer o campeão de quarta-feira, calem-se!

Ficou bem claro porque um foi a final e outro não.

Futebol é feito de talento, gols, dribles e, também, de comprometimento.

Torcedor tolera time ruim, falta de grana, azar, etc. Não tolera falta de vontade.

Queriam assistir ao campeão da Copa do Brasil jogar? Então, o fizeram.

Se queriam combate-lo, foram medíocres.

Empate injusto. Se fosse boxe era decisão unanime.

Não sendo, sorte do SPFC que achou um ponto em Barueri.

abs,
RicaPerrone