Home » Futebol » Cadê minha bandeira?

Cadê minha bandeira?

torcidaTorcida de futebol é parte do espetáculo. Sempre foi, principalmente aqui onde o show é grande. Torcidas do Rio de Janeiro costumam destoar na criatividade. As gaúchas, na força e na pressão. Os nordestinos na alegria, e os Paulistas, ultimamente, em nada.

Culpa deles, também, que brigaram e estragaram a festa. Mas, hoje, a culpa é da PM, com ajudinha da falta de comando de algumas torcidas.

Já fui de organizada, apanhei, corri, vivi tudo isso quando moleque. Tem gente boa, gente ruim, como em todo lugar. Sou amigo de diversos dirigentes de organizadas, mas a maioria bem intencionado. Não dá pra controlar homens em bando. Quando se juntam, são sempre machos.

O problema é que a PM, que deveria ter a função de impedir isso, anda meio acomodada.

Porque não pode ter bandeira, festa, papel picado e tudo mais em SP?

A briga é no metrô, nào no campo. Que diferença faz o batuque, as bandeiras e alegorias? Vão fazer o que com aquilo?

A policia que faça o papel dela e fique de olho. Em todo lugar pode, em SP, não.

As torcidas aqui são meio fraquinhas mesmo. Tirando a do Corinthians, que passa 90 minutos exaltando o clube e não a torcida organizada, que não ameaça bater em ninguem dentro do estadio, que não canta musica de guerra o jogo todo (as vezes canta, mas na maioria dos jogos nao faz mais isso), as demais abusam desse direito.

As musiquinhas são fracas, a festa é sem graça pacas. Antigamente se olhava pra arquibancada como parte do show. Hoje, nem vale a pena. São milhares sentados, só.

Tá mais do que na hora da mídia cobrar da PM a liberação da festa. Quem sabe assim eles conseguem ser mais criativos e pensar mais no show do que nas ameaças.

Costumo notar torcidas. Gosto muito. Em jogos do SPFC o nome da organizada é cantado em 80% das musicas. No Palestra, tem Mancha pra todo lado. Porrada e ameaças são comuns nas musiquinhas,  o que não deve animar muito o torcedor comum a participar.

Hoje em dia voce ve rarissimas manifestações em nome da torcida nos jogos do Corinthians. É Timão o jogo todo, e todos vão na onda, óbvio. Ameaças também são menores. Não que sejam santos, mas pelo menos não incentivam isso durante a partida.

Tá na hora de entender que o torcedor comum não pode pagar pelo erro de meia duzia de babacas que acham que futebol é guerra.

As torcidas de SP estão apagadas, sem graça, sem brilho e sem personalidade.

Tá na hora de dar uma chance delas melhorarem…

abs,
RicaPerrone