Home » Futebol » Clubes » Flamengo » C.R. Perdidos

C.R. Perdidos

Dá pra dizer que o Flamengo é um time perdido em campo. A tabela indica isso com considerável folga pra interpretações ainda piores.  Mas fora dele, acreditem, parece estar tanto quanto ou ainda pior.

Não desconfio da boa fé de quem assumiu o clube, menos ainda da boa gestão financeira dos caras. Mas da capacidade de gerenciar futebol, tenho absoluta convicção que  não é a deles.

André Santos está mal desde que chegou. Anda em campo, se arrasta, parece estar fazendo o favor de jogar.  O clube tem 40 dias pra enxergar o óbvio do óbvio. Não enxerga, se faz de bobo, volta, vê tudo acontecer conforme previsto, espera uma agressão a um jogador para, então, tomar providencia.

E não me diga que não tem a ver. Claro que tem! André é cobrado há meses. Só no momento em que toma um pontapé covarde de um grupo é demitido?

E o diretor de futebol dando coletiva dizendo não saber do assunto enquanto o jogador já fala com a imprensa e conta da sua demissão? É um teatro dos mais patéticos que há.  Não tem necessidade alguma de chegar a esse ponto sabendo desde maio qual seria o roteiro de julho.

A demissão mais justa do Flamengo nos últimos anos acontece no único momento em que ela poderia ser injusta.

E acabou sendo.

André Santos tem agora 8 jogos, não pode atuar por outro clube, teve 1 mes pra ser dispensado, não foi e agora, agredido covardemente, está sem clube pra jogar.

Isso, em outros tempos, seria rotulado de amadorismo. Mas num ambiente que arrota profissionalismo fica parecendo “detalhe”.

As vezes eu acho que o Flamengo é aquele moleque de rua que mesmo quando tu dá um salário, um terno e uma gravata ele tira o sapato pra jogar descalço. Porque é só assim que ele sabe jogar.

abs,
RicaPerrone

Comentários