Home » Diversos » Blog » Burrice não tem cura

Burrice não tem cura


Véspera de feriado em Sampa, 2h. Indo dormir, olhei meu e-mail e twitter para perder o sono de vez.  Centenas de molequinhos pouco dotados da capacidade de interpretar textos me agredindo porque eu “não gosto de NFL e não respeito quem gosta”.

Santo Deus… será possível?  Você diz que “a cobra vai fumar” e aparece uma ong protetora dos animais pra reclamar que cobra fumando dá cancer.

De onde esse povo tira tanta imaginação?  O cara vai no meu facebook, me xinga de todos os palavrões que existe e quando bloqueado me manda um e-mail dizendo que não aceito criticas.

Não, animal. Sua não!  Eu seleciono o que leio e o que ouço.  Não ouço opinião de qualquer um, não me importo com o que apaixonados dizem e se cada coisa que eu escrever for considerar as criticas eu já tinha parado.

A quantidade de zé ninguéns tentando ibope é do caralho. Aparece uns donos de comu, twitter, face, estagiário de televisão querendo subir no emprego, entre outros fazendo textos, teses, chamando a turminha pra me detonar.

Que merda de vida, né cara?

As 2 da manhã, feriadão, nego no twitter juntando tropa pra criticar o que nem leu? Ou pior, o que leu e não entendeu.

Deus limitou a inteligência, não fez o mesmo com a burrice. Pra estes costumo até legendar o post no fim evitando ataques. Mas não adianta, só 30% deles leem o que você diz, então, escrevendo ou não, eles continuarão brincando de “siga o mestre” e detonando o que o líder deles mandar no twitter.

Dos 20 emails que recebi, 15 falam em “desrespeito com NFL”. Ou seja, não leram merda nenhuma. E se leram, repito, é ainda mais grave, pois não entenderam nada.

5 ponderam com educação e discutem o que citei. O quanto é moda, o quanto os “alucinados” atrapalham os fãs de fato e se é ou não possível ter uma paixão quase futebolistica por algo que não te pertence, não faz parte do seu dia a dia.

Era só essa, aliás, a questão. Mas, insisto, ler dá trabalho. Interpretar texto é quase um diploma pra alguns.

Eu gosto de NFL. Acho um jogo sensacional, assisto sempre, tenho um time que torço, o Miami.  E mesmo sabendo disso e lendo isso tem gente discutindo o meu “ódio” pelo esporte porque a Globo mandou eu odiar.

Sério, eu leio isso.

As pessoas não sabem mas eu conto. Eu não trabalho na Globo. Eu nunca trabalhei na Globo. Eu tenho um blog PARCEIRO da Globo.com e que eles usam O QUE ELES ACHAREM LEGAL, não o que eu quiser ou o que eu pedir.

Não tenho nenhum chefe na Globo, não recebo ordens e nunca me ligaram pra dizer um “a” sobre o que escrevo.  Ao contrário do que juram os intelectuais de internet, não sou manipulado, não vi censura alguma em mais de 1 ano na capa do Globoesporte.com.

Aliás, nem sei se meu blog continuará lá.

O problema é a mania. Tem coisas que de tanto serem ditas viram verdades. Quando a Globo vai e fala da seleção é “manipulação”. Agora, quando canais que só tem a merda dos europeus pra transmitir enfiam na cabeça de torcedor que lavagem de dinheiro é aula de administração e que a porra do Puyol joga mais que o Pelé, não é?  Fala sério! Acorda! Manipulado estamos sendo por quem acusa os outros de manipulação.

A Globo cita o estadual como “puta campeonato” e toma pedrada. Agora, passar pano pra lavagem de dinheiro pra vender campeonato de merda tudo bem? Ah, abre o olho, cabeção! Para de cair nessa de que a Globo fode tudo, que os outros são santos e que bom jornalismo é aquele que acusa e insinua o que não prova. Isso, na real, é o pior jornalismo que há. É o que manipula sem falar, que insinua porque não tem provas. O covarde, pra ser mais claro.

E não fode com o papo que eu “defendo a Globo pq tô lá”. Eu defendo isso há 5 anos nessa porra de blog e estou lá ha 1 ano, sem ser funcionario da casa. É tese minha, não ordem de chefe. Não tenho e nunca tive chefe. E se possível nunca terei.

Eu não gosto da ESPN porque discordo da linha. Nada pessoal, nada contra a emissora em si. Não gosto do que é feito, da forma que é feito. Até ai, eles deixam claro todo dia em todo programa que discordam da Globo até quando ela diz que o Pelé é negro. Portanto, zero a zero.

Mas agora que perdi o sono por causa de meia duzia de babacas, vou ficar escrevendo. E bastante, porque lamentavelmente o que escrevo passa sempre de 1 milhão de leitores por mes, fatalmente o triplo da audiencia da NFL se somados todos os jogos transmitidos pra cá, diga-se. (Calma, foi piadinha, não aguentei)

Ah, outra sensacional! Em meio a discussão com os revoltadinhos surgiram alguns nordestinos daqueles meio complexados, sabe? Que querem achar um preconceito até onde não foram citados. Bom, zé coitadinho tem em todo lugar. (Note: Em todo lugar! Note: Em todo lugar! Note: Em todo lugar)

Eles diziam que, conforme minha tese, não podiam torcer pro Flamengo. Porra, é muita burrice comparar uma coisa com outra. O campeonato brasileiro de futebol é seu, vai até você, passa na sua tv de segunda a segunda, tem todos os seus amigos pra discutir, é do seu país, do seu esporte preferido, que puta absurdo comparar com a opção de um cara que torce pro Chelsea morando em São Paulo, né?

Como tá faltando o que fazer, né cara? Politico rouba o povo e nego diz que tá puto. Um jornalista esportivo discorda de você e nego passa horas e dias fazendo campanha, indo pros TTS, mandando e-mail…

Aliás, deixa eu contar uma paradinha. Quando você mandar um e-mail pra mim parta do principio que eu quero ler. Mas também de que ele vai pra uma pastinha cheia de outros e-mails. Se você mandar 10 paragrafos… não vou ler. Não dá tempo.

Mas é isso. Agora vou jogar playstation, porque também adoro, mesmo tendo feito uso do termo, do exemplo do esporte (Futebol americano) e do Chelsea como pilares do que escrevi.

E amanhã acordo cedo, tem Copa SP de juniores, o que diga-se, é umas 200 vezes mais importante que o Superbowl no Brasil.  E to topando aposta: Se o ibope da final da copinha não der 10x o ibope da final da NFL eu mudo meu nome pra Jandira Perrone.

Tchau! Vou dormir.

(Em instantes, no twitter: Ae, @ricaperrone… vai dormir pq? Odeia quem tem isnonia? Preconceito! FDP!)

abs,
RicaPerrone