Home » Futebol » Barça, gigante

Barça, gigante

Eu não torço pro Barcelona na Espanha, pelo contrário, sou Real Madrid.  Torço até contra, na verdade (risos). Mas ontem o Barcelona fez algo que eu sempre sonhei em ver no Brasil e acho que um dia verei. Não se trata de homenagem, de reconhecimento apenas. Trata-se de grandeza. Algo que aqui os dirigentes não sabem como fazer.

Quando vi o DVD do Barcelona e notei um capitulo falando do Real Madrid, entendi porque os dois são tão grandes. Se respeitam, e mesmo que o torcedor odeie, os administradores sabem da importância do rival.

Quando vejo a postura de um clube desse tamanho em receber um rival e homenagear o craque do time “deles” com a camisa “deles” em seu estádio, eu noto que nada do que representa o Barça é por acaso.

Tem que ser grande demais pra fazer isso.

Imagina o Vasco recebendo o Flamengo em São Januario pra homenagear o Pet, por exemplo? Nunca.

O Cafu, no Palmeiras, virou anti-cristo de saopaulino. O Viola, mesma situaçao, virou anti-corintiano.

Tudo besteira.

Idolos são idolos, história é história. A rivalidade tem que existir, mas a coisa tem que ficar na arquibancada. Entre os dirigentes, profissionais que representam as marcas, a coisa tem que ser diferente.

Ontem o Barcelona deu uma aula de grandeza. E nós, como sempre, estamos mais preocupados em torcer pro nosso presidente “não falar com o presidente do rival”.

Tá na hora de crescer, né?

abs,
RicaPerrone