Home » + Chamada » Até o fim

Até o fim

Me lembro bem do dia em que li dezenas de pessoas rebaixarem o Vasco faltando um turno pra acabar o campeonato.  Lembrei do Fluminense de 2009 e resolvi duvidar.

Não do Vasco, mas da facilidade com que aquele cenário se estabelecia.

Times grandes já cairam e cairão em todo lugar do mundo. O ponto não é esse, embora seja sim uma vergonha ser rebaixado tendo o tamanho que tem o Vasco.  A questão é como.

Tem time que cai lutando, tem time que cai andando em campo. Tem time que cai de véspera e até time que cai no tapetão.  A torcida reage de uma forma a cada queda, embora todas elas sejam dignas de vaias.

O que teria acontecido com o Fluminense em 2009 se perdesse o último jogo e fosse rebaixado após tudo aquilo? Um “não serviu pra nada” encheria a boca de muita gente, mas… será que não mesmo?

Eu não enxergo nesse Vasco uma base pra 2016 por ser um time “velho”.  Mas talvez entenda que através de uma reação dele em campo um Vasco mais Vasco possa ressurgir, apesar do Eurico.

Em 2010 o Fluminense foi campeão Brasileiro. E comparando o incomparável, tudo isso começou numa luta pelo impossível exatamente como o Vasco faz em 2015.

Acho difícil os 3 resultados acontecerem? Acho.   Mas as vezes eu analiso futebol de forma um pouco menos técnica e ignoro tudo que aprendi sobre o jogo nas 4 linhas para me lembrar do porquê amamos tudo isso.

Será que o gol do São Paulo, as 14 partidas com uma só derrota, a reviravolta, o pênalti no Nenê e toda essa loucura vão mesmo “não dar em nada”?

O Vasco merece cair. Tanto quanto merece se salvar após o returno que fez.

Talvez a história escrita até aqui, restando uma página para o final é que não mereça um final que não seja feliz.

Quem escolheu acreditar, que acredite. A diferença entre o “eles conseguiram” e o “nós” é exatamente essa.

abs,
RicaPerrone

Comentários