Home » Futebol » Botafogo » Agora, Fogão?

Agora, Fogão?

Tudo bem, eu sei que o torcedor do Botafogo não gosta do Caio Jr, como aliás, quase nenhum gosta. Seus trabalhos são de regulares pra baixo e ele normalmente é o técnico daquele time que chega forte e perde os jogos decisivos. Eu mesmo disse aqui que achava uma aposta num técnico comum. Até deu certo, até a página dois.

A questão é demitir o sujeito faltando 3 rodadas. Impossível entender.

Vão buscar alguém que resolva o problema e faça um planejamento para 2012 estando ainda na zona de Libertadores?

O técnico será o culpado pelo time ter parado de render num momento de decisão pela milésima vez seguida?

Eu não acho o Caio Jr. um bom técnico e sequer o traria. Mas se trouxeram, se com ele o time brigou por título até faltarem 4 rodadas, não me parece muito inteligente e justo que ele seja eleito o culpado agora.

Ele erra, e eu nem renovaria pra 2012 se estivesse insatisfeito. Mas também não cometeria o desrespeito de achar um culpado pela refugada de um grupo todo no momento mais importante.

É fácil jogar nas costas do técnico até porque ele correu o risco ao mudar o time.  Quando você mexe da sua cabeça em algo que vem dando certo, se der errado, a culpa é sua.  Eu disse no dia, repito hoje, ele não devia ter mudado o esquema de jogo.

Deixa lá e os caras que se virem. Quando muda, dá um baita argumento pro time jogar a culpa nele em caso de fracasso.

Taí, sobrou pra quem?

Considero o ano do Botafogo muito bom.  É importante lembrar que outro dia o Fogão jogava série B e tantas e tantas vezes brigava pra não voltar pra lá.

Hoje, organizado, pagando em dia e com time competitivo, levou 2 pra seleção, disputou o Brasileirão até o fim em alto nível e foi protagonista, perdendo por detalhes do futebol.

Se isso não é motivo para entender como evolução o quadro atual, realmente as pessoas acham que existe mágica no futebol.

Mas os mesmos dirigentes que, em tese, deram ao Fogão essa melhora e essa cara de “sério” e organizado, agora são os que demitem um técnico faltando 3 rodadas pro fim, praticamente isentando o grupo de qualquer responsabilidade.

De novo, mimamos os verdadeiros responsáveis pela falta de personalidade. De novo, um sujeito que não entra em campo paga pelos passes de 2 metros errados por profissionais que treinam a semana toda.

Tá na hora de rever isso.

O Caio saiu, mas ano que vem são os mesmos caras que vão decidir pra você.

Adiantou dar “uma lição” no que saiu e blindar os que ficaram?

Errou o Botafogo.

Não na atitude, mas da forma errada e no momento errado.

abs,
RicaPerrone