Home » + Chamada » Agora, aos indícios

Agora, aos indícios

Tudo que vimos até aqui foi mero ensaio. Os times grandes que disputam campeonatos estaduais pouco se importam com o desempenho e sim com o dever de vencer jogos.

Desmotivados pelo tosco objetivo que tem a frente, as vezes até conseguem tropeçar, mas raramente saem da rotina de decidirem os estaduais.

Agora, com 8 clubes, 7 rodadas e 6 delas com clássico, os indícios do que de fato está havendo ficarão mais claros.

Primeiro pela necessidade de vencer para não ficar fora das semifinais. Depois porque carioca nenhum está na Libertadores e portanto é preciso focar.  A Primeira Liga tem jogos únicos no “mata-mata”, é rápida e consome pouco dos clubes.  Embora seja mais valiosa no meu entender.

A campanha do Botafogo, por exemplo, não me surpreende. Nem me engana.  Acho um time jogando bem motivado um estadual e por isso liderando. Mas longe de ter qualquer condição de levar só isso a campo na série A se quiser continuar nela.

O Vasco manteve a base do bom segundo turno de 2015 e faz um campeonato mais consistente.  Na verdade é o mais regular de todos até aqui.

O Fluminense desistiu do planejamento em 1 mes, trocou de treinador, diretoria e ninguém sabe o que vai acontecer. Até agora, futebol que é bom, nada.

E o Flamengo alterna partidas sofríveis com goleadas.  Não é um time ainda que cause suspiros, nem que cause revolta.  É um time que, muito de acordo com o que o post sugere, será testado exatamente agora, contra times melhores numa disputa onde perder faz diferença.

Se o Carioca 2016 é claramente um dos últimos suspiros dos estaduais no Brasil, é bom lembrar que não se mede a conquista e o interesse do torcedor apenas a partir do título em questão.  Como no Grenal de domingo, onde um clássico pode ser maior que um campeonato e, portanto, daqui até o final podemos ter 9 clássicos decisivos que tendem a gerar um novo olhar sobre o Carioca 2016.

Vejamos. Porque até aqui, deu sono.

abs,
RicaPerrone

Comentários