Home » Futebol » Clubes » Corinthians » A “torcida do…”

A “torcida do…”

Chato, repetitivo, eu sei. Toda vez que um bando de marginais apronta algo num clube volta a mesma discussão de sempre.  É certo? É organizada? Pode falar? É politico?

A gente sabe o que é, como é e quem faz. O que nós não sabemos é como lidar com isso. Nós, imprensa e, especialmente, os clubes.

Você realmente acha que um sujeito de bem, trabalhador, honesto, digno e com família em casa atira uma pedra em alguém?

Passa pela sua cabeça que um bom cidadão sai na porrada com a polícia porque o time dele perdeu um jogo?

Você acha que alguém que destrói um clube pode dizer que o ama?

Você espancaria sua esposa se ela batesse seu carro?

É óbvio que estas pessoas não são sujeitos de bem. É claro, nítido e pouco questionável que não podemos mais rotular esses caras como “torcida do…”.

Seja pro clube que for, eles não são a “torcida do…”.

Eu vivo metendo o pau na torcida do SPFC, mas note, nunca usei como referência a torcida organizada do SPFC, mas sim o torcedor comum.

E você, torcedor comum, deu procuração pra esta meia duzia ir lá te representar como “torcida do…”?

E você, dirigente, deu ingresso pros caras o ano todo pra que? Pra agora ter que correr deles? Há 20 anos é assim, não aprendeu ainda?

E você, torcedor comum, que grita no estádio que vai bater, que é “torcida X” e que vai matar a outra? Nao está dando recibo pros caras?

Afinal, de que lado estamos?

De quem entende futebol como lazer, o que ja é minoria, ou de quem entende futebol como argumento para ser um marginal sem punição?

Houve protesto hoje. Como houve no Vasco, no Flamengo, no SPFC, no Grêmio e em qualquer clube grande do país.

O que não há em quase nenhum destes casos é TORCEDOR.

Ainda tem uma meia duzia que diz: “O cara ganha 400 mil por mes tem que cobrar mesmo”.  Não, na verdade ele diz: “O fela da …  ganha 400 conto ae nessa porra, mano. Tem que mete a pressão memo!”.

E meter a pressão, pra eles, é atirar uma pedra num sujeito.

Se pra você não é, tá na hora de vestir a camisa do seu clube, não mais a de quem usa o clube pra cometer crimes.

Hoje, a “torcida do Corinthians” ficou em casa.

Alguns marginais foram ao CT cometer o crime de atirar pedras em pessoas. E a PM, entendendo lidar apenas com “torcedores”, não prendeu ninguém.

Pior? Todos nós achamos isso normal.

abs,
RicaPerrone