Home » + Chamada » A teoria de Cássio

A teoria de Cássio


Um dia, num bar qualquer da zona oeste de São Paulo, fui abordado por um conhecido.  Era sexta-feira da semana do milagre de Cássio no Pacaembú e, portanto, ninguém falava de outra coisa.

Em minutos o festival de “Quanto tempo!”, “Como vai a família?” chegava no “Que jogo, hein?”. E naquele momento ele me perguntou se eu estava acompanhado. Disse que esperava um amigo, mas que cheguei cedo. Ele então se sentou e me disse, como que revelando um segredo: “Ninguém notou, mas o Diego Souza não perdeu o gol. Foi o Cássio que fez tudo”.

Ok, ele é um corintiano daqueles sem cura, mas que não faz de sua tese algo menos interessante, no mínimo

– Rica, olha o lance. Reveja várias vezes.  Pega o celular ai. Tem no youtube…

E lá fui eu, com celular nas mãos, revendo em 25 ângulos o “gol perdido” de Diego Souza contra o Corinthians. Ele se deliciava a cada replay. Por ele podia deixar em looping a vida inteira aquela imagem na sua frente que pronto: teríamos um ser humano feliz.

E então, apertou o pause e iniciou sua tese de mestrado.

“Rica, preste atenção nos detalhes.  Quando Diego Souza vem com a bola, Cássio tem tempo pra pensar e talvez sair na direção dele. Ele sabe que será driblado, então se posiciona.  Tá acompanhando?”

– Tô, vamo em frente.

“O Cássio escolhe um lugar na área onde ele fecha por completo o angulo do lado direto dele. Nota! Repara! Não tem por onde o Diego fazer o gol ali”.

– Ok…

“Normalmente qualquer goleiro dá um pequeno espaço de cada lado, ou no mínimo se posiciona prevenido para que a bola venha em qualquer lado. Isso faz com que ele precise esperar o chute pra pular. Certo?”

– Acho que sim, certo…

“Quando o Cássio se coloca ali, ele está propositalmente abrindo o lado esquerdo pro Diego Chutar. Só que com um detalhe: Ele vai pular no exato momento que ele for bater, porque já sabe onde ele vai bater. E vai chegar antes. ”

– Peraí… O Cássio teria calculado (interrompido)

“Não! Ele enganou o Diego Souza. Ele fez o Diego achar que escolheria chutar na esquerda do Cássio, quando na verdade foi o Cássio que o obrigou a chutar ali. E ele não espera o chute. Quando Diego encosta na bola o Cássio já está iniciando o salto pro lado certo, e é por isso que ele defende. É genial! É coisa de cinema!”

– Calma. Preciso rever mais umas 8 vezes.

E assim o fiz. Com ele do lado me influenciando uma barbaridade, aos berros e babando confirmando sua tese avançando quadro a quadro o lance.  Me convencendo que Diego Souza foi enganado pela inteligência do goleiro corintiano, não pela agilidade ou por imperícia sua.

Faz uns 4 anos quase. Eu nunca mais consegui ver esse lance sem lembrar do que batizei de “Teoria de Cássio”.  E confesso: Nunca mais vi um goleiro sair de forma tão contundente pra um só lado em lances parecidos.

Será?

abs,
RicaPerrone

Comentários