Home » Futebol » Clubes » Flamengo » A prova da burrice

A prova da burrice

 

Vasco e Flamengo jogam domingo a preços não populares valendo porra nenhuma pelo falido estadual.  Essa frase é repetida pela mídia todo santo dia, tal qual qualquer posição contra ou negativa sobre o nosso futebol.

Quando trata-se de um evento, seja ele qual for, diz a lógica que você deve promovê-lo, ainda mais se sobreviver de seu sucesso.

Eurico Miranda voltou ao futebol e a sua moda, antiga, forçada, até equivocada, conseguiu dar uma aula de marketing para todos esses novos dirigentes de terno e MBA na casa do caralho, e mais ainda pra essa imprensa tosca que incentiva dia após dia o torcedor a não consumir mais o produto que ela mesmo vende.

Vasco e Flamengo se tornou um grande jogo pela promoção dele. Se voluntária ou não, tanto faz. Mas Eurico conseguiu, com a boca, sem MBA, fazer o que qualquer Chael Sonnen sabe fazer no esporte: promoveu o espetáculo.

Haverá 50 mil pessoas no Maracanã. Hoje a tarde venderam 15 mil. Filas e mais filas. E ninguém quer necessariamente avaliar o nível técnico, o que vale o jogo ou os preços do ingresso.

Querem ver porque o jogo foi vendido como “algo imperdível”.

E então, aos duzentos anos e no alto de seu retrocesso, Eurico Miranda consegue ser melhor promotor de eventos que todos os novos dirigentes e a péssima mídia esportiva que ainda não sacou sua real função no processo.

E não, não quero exaltar o Eurico Miranda por isso. Quero mostrar o quanto somos estúpidos ao enfiar porrada no que é nosso o tempo todo.

Torcedor quer motivos pra CONSUMIR futebol. E a mídia faz de tudo pra afasta-lo dele.

Burrice. Esse é o nome.

Algo que, com todos os defeitos do mundo, Eurico não é.

E teremos o Flamengo x Vasco que merecemos. Em meio a um torneio tosco, sem valor, sem qualquer motivo se não a simples vontade de vencer o rival.

abs,
RicaPerrone

Comentários