Home » Futebol » Campeonatos » Copa do Mundo » A lista “quase” definitiva

A lista “quase” definitiva

0,,36066629-DP,00Dunga chamou os 22 para um amistoso. Este é o time da Copa, com raríssimas mudanças, podem ter certeza. Dunga tem defeitos, qualidades, mas é coerente. Ele acredita no grupo, e por isso vai manter o que foi feito até aqui. Respeito, até concordo. Mas, tenho medo.

Me parece que a Seleção vai a Copa buscar auto-estima, não necessariamente o título apenas. Ou seja, jogar bem e fazer o seu melhor, o que diga-se, é a única obrigação de QUALQUER time do mundo. Ninguém TEM que ganhar titulo. Tem que fazer o melhor. Se for suficiente, otimo.

Dunga leva os que com ele estiveram esse tempo todo, e com razão.

Deixa claro que Ronaldo e Ronaldinho estão fora, o que acho coerente, porém, perigoso.

Se você olhar pra essa lista perceberá, sem culpa do treinador, que temos uma safra muito dá normalzinha. Não tem craque, não tem aquele cara que desmonta um jogo, enfim, é um grupo de jogadores muito bons e a camisa.

A pior da história, ao meu ver, técnicamente.

Mas, repito, não é culpa do Dunga. É culpa da geração de treinadores que mandam os meninos correrem e serem fortes desde os 16 anos antes de mandar jogar bola. E culpa da imprensa, que inventou a tese do ganhar ou ganhar a qualquer custo.

É o que tem.

Não espero o titulo. Nem acho que somos o principal favorito. Somos “um dos”. Mas não “o” favorito.

Sobre os Ronaldos, eu arriscaria. São casos diferentes, mas… todo grande time precisa do “grande cara”. Aquele que pode pegar um 0x0 dificil e transformar num 1×0 com gol de placa. Não temos esse cara.

O Ronaldinho é problema mental. Precisa largar a mão de ser pipoqueiro e jogar quando precisa. Isso tem cura, mas é mais complicado.

Agora, o Ronaldo…

Poxa, são 5 ou 6 kg. Qualquer um perde isso em 2 meses. Eu não sei, sinceramente, se não valeria a pena. Até pela questão de grupo, experiencia, nome, etc. O Ronaldo é muito bom pro grupo, sempre foi. E é um cara que, se perder este peso extra, ninguém tem o que duvidar. Não joga como em 2002, mas também não deve nadinha pro Villa, pro Benzema e outras “celebridades” da Copa.

Eu arriscaria. Pelo menos um deles. E optaria pelo Ronaldo.

Mas, respeito em 101% o critério do Dunga, que ganha a Copa ou não, fez um belissimo trabalho em 4 anos.

Agora, como sempre digo, é torcer.  Vaidades pessoais a parte, somos todos do mesmo time e vamos torcer por eles.

Seja o que Deus quiser.

abs,
RicaPerrone