Home » + Chamada » A interminável prova de Fred

A interminável prova de Fred

Fred vive um momento ruim. Ainda assim, é um dos 3 artilheiros do país na temporada, lembrando que em 2016 ele foi o artilheiro do campeonato brasileiro, tal qual 2014 e 2012.

Prestes a completar 34 anos, mais uma vez ele precisa “provar” que não é um cone, uma mentira, blá, blá, blá.

Ao perder o pênalti hoje imediatamente o aposentam, o colocam como “ex jogador forçando a barra” (33 anos, Top 3 atuais artilheiros do país na temporada).  E logo me lembro do Romário.

Em 2005, após a mídia ter dado Romário como morto, aposentado e “forçando a barra”, ele foi artilheiro do Brasileirão.

Sem argumentos plausíveis para aceitar o óbvio, inventaram que Alex Dias era craque e tinha consagrado Romário. Tire um minuto para repensar a frase: “Alex Dias consagra Romário”.

….

Pronto.  Pensou? Então….

Ele foi contratado pelo São Paulo campeão do mundo. Em meses era claro que o Romário era o Romário, o Alex só o Alex.

Jogar uma vida tendo que lembrar quem você é toda semana sob a ameaça de ser novamente menosprezado é um inferno. Mas é o preço que se paga no Brasil por ter sido eleito um dos vilões de uma Copa.

E talvez por não ter jogado em São Paulo, nem no Flamengo.

Quando a mídia escolhe um herói, carrega até o fim. Quando um vilão, é mais fiel ainda ao massacre. E ainda que hoje não forme a opinião popular em 100% como em outros tempos, ainda a influencia muito.

Fred voltará a marcar. É óbvio.  É assim há 15 anos, 3 artilharias, 2 Copas do Mundo, alguns títulos, trocentos prêmios…

abs,
RicaPerrone