Home » Futebol » Clubes » Corinthians » A estréia dos “galáticos”

A estréia dos “galáticos”

0,,35164732-DP,00_optOntem fui ao Pacaembu ver a estréia do “galático” Corinthians do centenário. Confesso, não resisti ao apelo de mkt e acabei indo ver pessoalmente. E gostei de ter ido. Se não pelo jogo em si, pela noite agradavel no Pacaembu.

O Corinthians levou segundos para fazer 1×0. Levou outros 89 minutos para deixar claro que é um time ainda totalmente fora de forma e de ritmo de jogo. Tirando um jogador, os demais todos pareciam voltando de férias. Como, aliás, estão mesmo.

Iarley perdido, Tcheco lento, Ronaldo pesado, R. Carlos sem ritmo, apenas dois jogadores pareciam inteiros. Elias e J. Henrique. Não por acaso, autores dos gols da vitória.

O primeiro correu bastante e conseguiu armar bons contra-ataques, rapidamente destruidos pela péssima atuação de Tcheco, que diga-se, é o unico dos reforços que não acho que dará certo no Timão.

Agora, o J. Henrique impressiona.

Ele não é craque, não tem um talento fora do normal, não é grandão, não é fisica sua qualidade. Ele tem bons fundamentos, corre, sabe jogar e só. Mas o cara é aplicado uma barbaridade. Corre pra ele e mais uns 3.

Jogou tudo que podia ontem, e roubou a cena.

O dono do jogo, do principio ao fim.

Hoje, se Mano tiver alguma duvida entre ele e o Dentinho, o Jorge é titular.

Ao lado de Iarley, Tcheco, Danilo, Defederico, quem for. Mas esse não sai.

Até porque é natural a necessidade de um carregador de piano num time que tem jogadores técnicos, porem, lentos.

Ronaldo não esteve bem. Mas nas vezes que a bola chegou, foi perigoso. Faria um gol, não fosse o arbitro que não sabe o que é “lei da vantagem”.

É começo. Não dá pra palpitar muito.

Mas a vitória foi merecida.

abs,
RicaPerrone