Home » Futebol » Campeonatos » Copa do Mundo » A Copa no Metrô

A Copa no Metrô

Já próximo a embarcarmos para o Maracanã, dois franceses ansiosos com a decisão contra a Alemanha cantavam ao meu lado.  Mas não músicas de futebol, canções mesmo. Eu não entendia nada porque era tudo francês, claro.

Até que um deles olhou pra mim, viu que eu era brasileiro, e tentou ser “legal” cantando algo daqui.  Pensou, arriscou começar uma, não soube a letra, pensou mais 4 segundos e soltou: “Brincadeira de criança… como é bom! Como é bom!”.

Eu cai na gargalhada. Molejão internacional. Eles não sabiam se eu ria por achar bom ou ridículo, então, pararam.  Me apontaram como quem pede ” agora é sua vez”.

Disse que só sabia “Ne Me quitte Pas”.  Eles aprovaram.

Mas não acaba. Já chegando ao estádio, um grupo grande da torcida da Alemanha foi chegando na mesma direção para desembarque no Maracanã. Dá aquela tensão de 1 segundo pelo hábito que temos em estádios, mas logo lembramos que é Copa.

Começaram a cantar as músicas deles. Os da Alemanha, as deles. E juntos desembarcaram na rampa que leva ao Maracanã.

Quando virei pra ir a entrada de imprensa, os franceses seguiram reto pro estádio. Dei tchau, desejei sorte, e animados, sem saber que a Copa deles terminaria dentro de mais 2 horas, mandaram um “Pre-pa-ra”, com dancinha.

Meu repertório francês para retribui-los tinha acabado. Graças a Deus.

abs,
RicaPerrone

Comentários