Home » + Chamada » A compreensível lista de Dunga

A compreensível lista de Dunga

A separar antes de qualquer coisa que gostar ou não do Dunga é uma coisa, avaliar suas ações é outra.  Então, um pouco de calma porque essa coisa de massacre de véspera, ou achar que porque não gosto de alguém tudo que ele faz é errado é um dos problemas do país atualmente.

Eu adoraria ganhar a Copa América do centenário. Seria minha prioridade porque acho Olimpíadas um evento que nem deveria ter futebol.

Porque futebol não é esporte? Não. Na verdade é porque o futebol é maior pro mundo que a soma dos outros esportes. Logo, tê-lo ali ofusca quem de fato interessa naquele evento e ainda desmerece o próprio ouro, porque é sub 23 e não os times principais.

Mas tem. E tendo, entendo que o Brasil queira ganhar em casa. Por não ter, por ser aqui, o escambau.

Assim sendo, Dunga chamou um time misto que testa garotos para as Olimpíadas enquanto disputa a Copa América.  Não vai ajuda-lo a se segurar no cargo, mas hoje ficou claro que ele não está nem aí pro cargo.

Convicção. Isso é chave de qualquer sucesso.  Se Dunga convocasse hoje Ganso, Thiago Silva e Marcelo, ele mostraria que não tem certeza do que está fazendo e acabaria ali.  Ao convocar o time olímpico ele não só mostra que tem um objetivo como também se coloca como alvo em caso de uma medalha que não seja ouro no Rio.

Nos últimos anos ganharam as Olímpiadas Nigéria, Camarões com seus times sub-35.  Também México, Argentina, União Soviética, Espanha (92)… ou seja: ninguém que tenha levado algo adiante. É um título que não condiz com o futebol real.

E Dunga sabe que, se ganhar, “não será parâmetro”, e se perder “que vergonha não ganhar esse ouro”. Logo, faça o que acredita até o fim. Porque o fim é óbvio.

A lista:

Goleiros
Alisson (Internacional), Diego Alves (Valencia), Ederson (Benfica)

Zagueiros
Miranda (Internazionale), Gil (Shandong), Marquinhos (PSG), Rodrigo Caio (São Paulo)

Laterais
Daniel Alves (Barcelona), Fillipe Luís (Atlético de Madrid), Fabinho (Monaco), Douglas Santos (Atlético Mineiro)

Meio-de-campo
Luiz Gustavo (Wolfsburg), Elias (Corinthians), Renato Augusto (Beijing), Coutinho (Liverpool), Lucas Lima (Snatos), Willian (Chelsea), Casemiro (Real Madrid), Rafinha (Barcelona), Douglas Costa (Bayern)

Atacantes
Hulk (Zenit), Gabriel (Santos), Ricardo Oliveira (Santos)

abs,
RicaPerrone

Comentários