Home » + Chamada » A blindagem da superação

A blindagem da superação

Você nunca vai ver um comentarista contestar o desempenho de um atleta paralímpico.  Porque? Simplesmente porque pessoas que são exemplos de superação não merecem ser avaliadas.  Funciona assim.

Ninguém cobra de um nadador sem um braço que ele melhore ou piore seu tempo. O fato dele estar ali é absolutamente maior do que isso.  E o mesmo cenário se aplica algumas pessoas no esporte. Ricardo Gomes, que é uma pessoa incrível, exemplo de superação e amor ao futebol, atingiu esse patamar.

As contestações ao seu trabalho como treinador são previamente intimidadas pelo fato dele ter tido dois AVCs e ser um exemplo de cara guerreiro que faz questão de estar onde está.  Como você desmerece o trabalho desse cara?

É difícil. Mas eu parto sempre do princípio que se eu estivesse do outro lado ia gostar do reconhecimento e odiar a “pena”.  Eu avalio aqui o Ricardo treinador, antes e depois do AVC.  Aliás, minha idéia sobre o trabalho dele pouco mudou.

Acho comum.  Fez alguns bons trabalhos, outros horríveis, mas a média é baixa. Nada credencia Ricardo a blindagem que tem tido hoje de criticas.  Seu trabalho no São Paulo é ruim, e o que o Botafogo fez após sua saída também deixa duvidas.

Eu não serei o “médico” a julgar se é possível ou não trabalhar após os 2 avcs. Se os médicos dizem que sim, então segue o jogo e vamos ao que podemos de fato avaliar: o trabalho.

Ricardo não é culpado pelo São Paulo estar onde está. Mas passa longe de ser a solução pra isso. E é preciso ser dito.

abs,
RicaPerrone

Comentários