Home » Futebol » Campeonatos » Copa do Mundo » A Arena Corinthians

A Arena Corinthians

Não vou negar que o título diz “Arena Corinthians” por educação.  Pra mim, no dia a dia, chamo de Itaquerão sem o menor “menosprezo” já que todos os estádios que conheço levam o nome do bairro, não de “Arena”.

Mas entendo o Corinthians querer forçar este nome para que venda mais fácil um dos sobrenomes depois.

Fui lá. Não encontrei problema algum, entrei e saí sem nenhum “porém”, assisti ao jogo bem confortável e o estádio é sim muito bacana.

Bonito, moderno, não imponente, eu diria. Mas é muito pessoal a coisa já que eu tenho preferência por estádios redondos. Sem as provisórias a acustica continuará sendo forte, mas vai ter o mesmo problema de “delay” que tem em estádios abertos e quadrados: Atrás do gol se ouve 0,5 segundos mais demorado do que no meio. As músicas são sempre cantadas com eco.

Nada que torne menos espetacular o ambiente e o cenário do novo estádio.

Romantico que sou, tenho alguma dificuldade em encontrar motivos para me emocionar num estádio sem história até então. Não há memória ali, e portanto é como um shopping novo, onde se olha as lojas, o piso e o que tem pra te oferecer.  Não há paixão ainda.

Meio “acima” do padrão “povão” que o Corinthians ostenta. Achei algumas coisas exageradas, como os banheiros por exemplo.  Talvez este “novo torcedor” não seja o perfil Itaquera. E se é pra ser, talvez haja uma diferença meio pesada entre o nível do estádio e sua torcida.

Mas também entendo que aí entra o tal Padrão FIFA e que pra abrir a Copa teve que ser feito. Então não consigo saber o quanto é idéia do Corinthians e o quanto é FIFA nesse glamour interno.

Enfim, é um belo estádio. Funcionou. Fui de metrô e é indiscutivelmente mais fácil de chegar lá do que no Morumbi, por exemplo. Mesmo longe pra cacete e completamente fora de mão para um público disposto a gastar 60 reais num ingresso, ele tem fácil acesso.

Precisa ter, também, facilidade na compra dos ingressos. Espero que a casa nova não coloque ninguém pra fora. Preços populares tem que existir, nem que pra isso as provisórias sejam mantidas.

Mas gostei. Nada que me impressione, receba o rótulo de “melhor da Copa” ou sequer se torne uma referência de beleza ou conceito. Mas é um belo estádio. E funciona, que é o mais importante.

Parabéns pela nova casa, Corinthians! Agora dê a ela as histórias que ela merece. Hoje, mesmo lotada, ela ainda parece muito vazia.

abs,
RicaPerrone

Comentários