Home » + Chamada » A adorável incerteza do resultado

A adorável incerteza do resultado

Caros tricolores, eu não sei se vamos ganhar da Chapecoense na quinta-feira.  Não fazia idéia do que esperar na Vila, menos ainda da vitória hoje no Sul.

Sei que cansei de saber o que iria acontecer. Que nunca concordei em ver o nosso São Paulo pragmático, idolatrando zaga, vivendo de bola parada e comemorando regularidade em pontos corridos enquanto passava vergonha em mata-mata.

Sei que não saber o que esperar causa algum desconforto, mas enorme expectativa.  E o que é o futebol se não os dias que antecedem aqueles 90 minutos?

Futebol se trata de expectativa. O que você sonha em ver, a discussão do que viu, o quanto é diferente o que você queria do que está lhe sendo entregue.  E quando seu time é pragmaticamente regular, chato, previsível e covarde, você convive até com glórias, mas nunca com a expectativa.

Esse São Paulo que não conhecemos é tão excitante quanto uma garota nova e misteriosa.  Você quer descobri-la, espera pelas suas reações e avalia mil possibilidades enquanto, sem notar, se apaixona.

E mesmo que não dê, tanto faz. Na vida, como no futebol, a única coisa que realmente importa é ter pelo que esperar. Uma chegada, uma viagem, uma estréia, uma data, uma festa, um gol. Tanto faz. Desde que você possa não ter certeza de como será.

E esse São Paulo não nos dá certeza de nada. O que não é tão bom. Mas é bem melhor do que a certeza de ser mediocre.

abs,
RicaPerrone

Comentários